Algumas diferenças entre Japão e China

Não sei vocês mas nós na nossa ignorância, achávamos que havia muita semelhança entre japoneses e chineses, não só na aparência mais também nos hábitos e na religião. Em passagem pelos 2 países, percebemos como são diferentes…e de curiosidade, resolvi colocar abaixo algumas que percebemos bastante:

Começamos pela grande mágoa dos chineses com o japoneses por conta do ‘Massacre de Nanquin‘. Ouvimos mais de uma vez na China que além da grande crueldade os japoneses nunca foram capazes de pedir perdão aos chineses pela barbarie. Mais este é um episódio tão triste que se tiverem curiosidade sugiro clicarem no link acima e pesquisarem…

Vamos as diferenças:

1 – Comportamento geral da população

Os japoneses são quietos e corretos, andam em fila para tudo: No metrô, nas escadas rolantes, na entrada dos ônibus, atrações, tudo. Não importa o tamanho da fila lá está ela e as pessoas respeitam.  Atendem bem os turistas quando solicitados, falam inglês na maioria das vezes, mais não são de puxar papo. Entrando nos comércios, sempre te cumprimentam e na saída te cumprimentam novamente mesmo que você não tenha comprado nada. Não pegam o dinheiro da sua mão, você precisa colocar num pratinho que fica no caixa, eles agradecem, pegam o valor e depois devolvem o troco se houver no mesmo pratinho. Aceitam cartão de crédito em todos os lugares até para tíckets de metrô.

Já na China, até tem as marcações de fila, mais nem sempre funcionam, de vez em quando você toma um empurrão e se estiverem atrasados eles passam na sua frente numa boa. Porém, são mais soltos, eles riem, falam alto, pedem para tirar fotos com as crianças, aliás muitas. Segundo um de nossos guias, adoram crianças ocidentais, por que tem os olhos grandes e são exóticas. ;o) Deve ser verdade, por que a Sofia e o Caio se sentiram celebridades lá. Tiraram muitas fotos com todos. A Sofia já estava até querendo cobrar….rsrsrs

DSC_2766

Sofia e Caio tirando fotos em Beijing

A maioria não fala inglês, mesmo nos hotéis e locais turísticos, mas eles tentam se comunicar com você, até os mais velhos nas ruas puxam papo e nós também nos esforçamos para entender. Achamos curioso que algumas pessoas nunca ouviram falar do Brasil e temos que explicar que fica na América do Sul e tal….Como relação as formas de pagamento, normalmente se usa o ‘WeChat’, depois dinheiro e cartões de créditos locais. O que é o WeChat ? Este é um fenômeno chinês em toda a Ásia, o WhattsApp que se cuide. Nós tivemos que usar mais dinheiro lá do que em outros lugares que passamos.

Ah ! na China, tirando os grades centros como Shanghai, Beijing e Shenzhen os bebês não usam fraldas, as calças tem uma abertura na frente e atrás e quando eles querem fazer xixi ou cocô, os pais levam num cantinho, numa lixeira ou num canteiro e pronto. Simples e estranho assim. ;o) mais isso não quer dizer que as ruas sejam sujas ok ? Por onde passamos estava tudo limpo. Aliás, eles devem gastar um fortuna com limpeza pública, por que o pessoal cospe no chão sem a menor cerimônia também.

No Japão eles são apaixonados por ‘Onsem’, um banho muito quente com água vulcânica que se toma nu em piscinas separadas para homens e mulheres, depois é possível complementar o relaxamento com massagem e onde fomos até jantamos. É uma delícia. Lá tive que esconder as minhas tatuagens*.

2 –  O que é WeChat

É parecido com o WhatsApp só que chinês. Mais além de funcionar como aplicativo de mensagens, é uma rede social, vc pode publicar posts, fotos e compartilhar com os amigos, através dele também, os chineses pagam contas da casa, nos restaurantes, entram em atrações, cinema, alugam bikes tudo somente ‘scaniando’ o QR Code que tem em TODOS os lugares, eles podem sair de casa somente com o smartphone (ninguém mais usa cartão de crédito, mas esta aplicação só funciona na China). Nos demais países da Ásia como Coréia do Sul, Hong Kong e Japão todos também usam o aplicativo, mais somente para comunicação.

3 – Banheiro

No Japão o vaso sanitário é quase uma nave espacial, tem vários botões. A tampa abre automaticamente e alguns até acendem uma luz, o assento esquenta no inverno, ele toca música pra você,  lava e seca seu bum bum. Em alguns locais turísticos, vimos alguns reservados como o que eles chamam de vaso japonês (como os turcos – um buraco no chão que você precisa se agaichar para usar). Já na China, tirando os hotéis, tem vaso turco em todos os lugares, inclusive em bons restaurantes e em lugares turísticos que as vezes tem um ou dois reservados com vasos sanitários ocidentais.

4 – Acesso a web

No Japão é livre e tem wi fi em muitos locais inclusive nas ruas, Já na China, o WhatsApp até funciona, mais é bem difícil já que eles tem o WeChat.  Tivemos que instalar um VPN nos celulares para continuarmos usando não só o WhattsApp como o Google, o Facebook, NetFlix, Instagram e o Youtube.

VPN é a sigla de Virtual Private Network (Rede Privada Virtual), numa linguagem nada técnica, basicamente este sistema engana os servidores como se você estivesse fora da China, aí você acessa o que quiser.

5 – Trânsito e transporte público

No Japão é mão inglesa e o trânsito apesar de pesado é bastante organizado, a maior parte da frota é nova e tanto ruas quanto estradas são bem sinalizadas. Já na China,  somente em Hong Kong se usa a mão inglesa. Nas demais cidades do país se dirige do lado esquerdo. As ruas e estradas também são boas e bem sinalizadas, mais o trânsito é caótico, eles buzinam o tempo todo, furam os sinais e vão se enfiando onde querem passar sem esperar o próximo e buzinando para os pedestres que em algumas ruas dividem o espaço dos carros por não ter calçada. Nos dois países o transporte púbico é sensacional.

6 – Máquinas

No Japão tem máquinas do tipo ‘vending machines’ de bebidas e de snacks em TODOS os lugares, até nos arrozais ! Ficamos pensando quem são os infelizes responsáveis pela reposição delas. São muitas e de diversas empresas. Já na China, tem algumas de bebidas como no Brasil, no Metrô e em outros lugares de grande circulação. Além das ‘vending machines’, no Japão, assim como o vaso sanitário, o fogão fala com você, em japonês claro, o que me deixou preocupada em tacar fogo nos apartamentos que alugamos.  Também alguns semáforos e os ônibus….É engraçado.

DSC_1874

Vending machines no Japão

7 – Comida

No Japão não se come tanto sushi e sashimi quanto imaginávamos, na verdade eles tem diversos outros pratos que não comemos nos restaurantes japoneses do Brasil e o arroz e a alga são os líderes junto com outros acompanhamentos. O Lamen também é um prato muito consumido, seja no café, no almoço ou no jantar. E não tem nada haver com o Miojo Lamen que conhecemos, é delicioso e com diversos ingredientes. Na China ninguém mais come escorpião ou gafanhoto e só encontramos estas iguarias nas ruas turísticas. Eles gostam muito de peixe de rio, que compram vivo inclusive em grandes redes internacionais como Carrefour, frango e pato. Nos apaixonamos por ‘hot pot’, um prato semelhante ao shabu-shabu japonês em que você escolhe alguns ingredientes como peixe, carne, cogumelos e noddle e prepara na mesa, num caldo fervendo. Uma delícia ! Estamos pensando como fazer no Brasil….;o) Tudo na China tem muita pimenta, e as crianças sofreram um pouco com isso….

8 – Religião

No Japão atualmente tem diversas religiões convivendo juntas e sem conflitos, mais a maioria da população é budista ou xintoísta (religião que se funde com o budismo), há templos budistas espalhados por todos os lugares e os vimos com diversos fiéis cumprindo seus rituais. Já na China, quase 90% da população é atéia, e não por conta do comunismo, esta questão remonta aos imperadores que se denominavam deuses. Porém, diversas outras religiões convivem também sem conflitos – Budismo (maior quantidade de templos), Islamismo, Taoísmo entre outras. Muitos se dizem ‘Confucionistas’, mais esta é uma filosofia e não religião. 

DSC_0765

Buda gigante em Kamakura

9 – Economia

A percepção no Japão é de uma economia boa e estável, vimos alguns lugares contratando, mais não nos aprofundamos muito. Na China, também tivemos uma visão superficial, mas eles parecem viver uma euforia econômica, muitas obras em todos os lugares, todos viajando e consumindo muito. Ficamos impressionados com a quantidade de ruas de eletrônicos e shoppings de luxo principalmente com marcas internacionais em todas as cidades que passamos.

10 – Educação e Escrita

No Japão a educação pública é excelente e já sabíamos disso, tem a questão com os professores que nos surpreendeu um pouco como comento abaixo**, agora a China pessoal, além das diversas escolas internacionais a educação pública vem recebendo maciços investimentos do governo. As escolas são enormes e novas. As crianças estudam em horário integral e parte da noite e aos finais de semana normalmente participam de outras aulas complementares extra curriculares mais ligadas a cultura e artes.

–  Os caras vão dominar o mundo com certeza na minha opinião.

Com relação a escrita, descobrimos que o Japão possui 3 grupos de caracteres, são eles: Hiragana (o mais utilizado, cada caracter é uma sílaba), Katakana (semelhante ao Hiragana e muito usado para palavras estrangeiras) e o Kanji (mais tradicional com 40 mil caracteres e completamente diferente dos 2 primeiros). Todos de origem chinesa.  Já na China, existe somente o Mandarim (o simplificado é o mais usado) e todas as províncias mesmo falando outros dialetos podem se comunicar.

11 – Lixo

No Japão o lixo é levado bastante a sério, se separa tudo o que se pode reciclar e se coloca em outro recipiente o que será incinerado. Até móveis e eletrônicos é preciso saber como se descartar e o custo é bem alto para isso. ‘Aquelas histórias que ouvimos no Brasil de se encontrar na rua televisão funcionando é coisa do passado…’ Eles não consomem tanto mais como era na época do milagre econômico japonês (1960 – 1990). Você não encontra lixeiras em nenhum lugar público, cada qual tem que cuidar de seu lixo levando-o para sua casa. Já a China, agora está iniciando a conscientização de separar o lixo, mais ainda é tudo misturado como no Brasil.

12 – Assinaturas

Nos dois países as assinaturas das pessoas vem acompanhadas de carimbos que se pode comprar prontos ou mandar fazer. É importante carregá-los quando se vai ao banco ou assinar um contrato por exemplo.

*Tatuagens – Nada de especial na China, já no Japão havíamos lido sobre a relação histórica dos japoneses com tatuagens e eu senti de fato este ‘preconceito na pele’…..A questão vem de muito tempo… a tatuagem no passado era usada para diferenciar/marcar os presos e foras da lei e também ainda hoje, é muito usada pelos membros da Yakusa (máfia japonesa) como prova de resistência a dor e fidelidade. Logo, apesar da globalização e de muitos jovens já usarem tatoos no Japão, muitos ainda tem preconceito com pessoas tatuadas e em alguns lugares nem se pode entrar.

**Relação com os professores no Japão – Sempre ouvimos e admiramos o grande respeito que existe com os professores no Japão, vistos quase que como sacerdotes. Porém, nesta trip descobrimos que em alguns momentos esta relação extrapola. Existem diversos casos de ‘bullying’ feito pelos professores com as crianças, que deixam marcas por toda a vida. Assunto proibido entre as famílias e principalmente com a escola….coisas de uma sociedade, que como todo o mundo, esta passando por muitas transformações e que ainda está aprendendo a lidar com elas….ficamos muito surpresos.

Bem, apesar de todas estas diferenças, confesso que quando os encontramos pelo mundo, ainda não conseguimos distingui-los fisicamente. Às vezes arriscamos um palpite pelas roupas e posturas….se ainda assim permanecer a dúvida, são chineses. ;o)

 

DSC_0923

Torii no Parque Fuji – Hakone – Izu

 

2 Respostas para “Algumas diferenças entre Japão e China

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s