30 dias na estrada

Fazem 30 dias que estamos em viagem, a qual deve durar até fevereiro de 2018, nesse primeiro mês estamos conseguindo sentir um pouco do que é uma viagem de longa duração, com as crianças, num convívio full time. Estamos estabelecendo nosso ritmo familiar de viagem, interesses, responsabilidades, etc…, nesse momento algumas reflexões sobre o que nos leva a essa viagem, quais os ganhos, seu significado, sua importância, contribuições e muito mais coisas que invadem nossos pensamentos nas lindas e geladas noites patagônicas.

No inicio fizemos percursos longos de carro, ficando pouco tempo em cada lugar, queríamos vencer o mais breve possível a distância para chegarmos ao Ushuaia, pois bem, a menos de 500km do nosso objetivo de chegar ao fim do mundo, a Terra do fogo, desistimos de ir, o tempo não colaborou e o excesso de chuva na região nos fez optar por não seguirmos ao Ushuaia, e com essa decisão nos deixamos levar mais calmamente pela linda e contrastante Patagônia, terra de imensas planícies, cobertas de estepes, que abriga os guanacos, carneiros, pumas, gaviões e chegam ao Oceano Atlântico,  onde em suas praias pinguins e leões marinhos são as atrações e no mar as toninhas e baleias,  terra de lindos pores do sol, que nessa época acontecem depois das 21:45h e de muitos, mas muitos ventos, nos deparamos com ventos de 80km/h., terra das cordilheiras, lindas, imponentes, cujo seus brancos cumes contrastam com o terreno árido que os cercam. Terra de grandes rios e lagoas ainda maiores, e ambos de uma beleza sem igual, da linda e exuberante rota 3 e da inconstante e surpreendente rota 40.

Nosso primeiro mês de viagem já rendeu algumas boas histórias e descobertas, descobrimos nesse caminho o Perito Francisco Pascasio Moreno, ele que empresta se nome ao glacial Perito Moreno, a cidade Perito Moreno e a uma rua em cada cidade dessa região, vale a pena uma leitura sobre os feitos desse nobre senhor.

Seguimos nosso caminho e hoje, em Esquel/Argentina, programando a próxima etapa que inclui Barriloche, mas principalmente a programação para a Ilha de Páscoa/Chile,  e essa sim está dando mais trabalho, pois os valores nessa época estão proibitivos e estamos dispostos a mudar  nosso roteiro e adiantarmos o nosso trajeto para o Peru e depois retornarmos ao Santiago para assim partir para  a Ilha de Páscoa em Março, quando os valores estarão mais acessíveis.

17 Respostas para “30 dias na estrada

  1. Estamos na churrascaria La Linda, apreciando um vacio e um chorizo, “una de litro” , emocionados com seus relatos. Talvez pelo grande carinho, talvez pela comunhão de ideias, é muito fácil nos identificarmos com suas vivências e sentir junto com vocês! Obrigada por compartilharem com todos essa rica experiência e fazer-nos embarcar nessa aventura de uma forma tão poética.
    Abraços e muita luz em cada momento…

    Curtido por 1 pessoa

    • Muito obrigado Natália pelo carinho. Estamos agora em Pucon/Chile, um lugar fantástico e também estamos tomando uma gelada, acabei de voltar do cume do vulcão Vila Rica, uma experiência ímpar, vou contar tudo em breve. Um super beijo para vocês.

      Curtido por 1 pessoa

  2. Querida família!
    Experiência incrível, cenarios lindos, inspiradores de reflexão sobre o mundo e sobre a vida!
    Curtam muito, cada momento!
    Beijos com muito carinho, na torcida sempre!!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s